Notícias

16 de julho de 2015

Encontro Estadual de Formação para Formadores

Entre os dias 11 e 12 de julho, no estado de Sergipe, aconteceu o Encontro Estadual de Formação para Formadores, momento de definições e continuidade no processo de amadurecimento formativo no estado, foram 6 pregações mesclado espiritualidade, exposição e explicação de projetos. Ainda aconteceu um momento dinâmico onde os participantes tiveram a possibilidade de fazer perguntas para os coordenadores.
A característica dos participantes chamou a atenção do Coordenador Nacional, haviam formadores de diversos ministérios o que possibilitou uma experiência nova para Fred e um grande aprofundamento aos participantes, sobre o que a RCC Brasil tem apresentado como direcionamentos para o povo de Deus.
O encontro teve seu início com a pregação de Júlio Cardoso, coordenador estadual do Ministério de Pregação com o tema “O amor de Deus nos cura” recordando a todos o quão grande é o amor de Deus e o quanto isso motiva e alimenta a nossa missão. A pregação seguinte dada por Manoel Silva, coordenador estadual do Ministério de Formação com o tema “Formador adorador” expôs a necessidade da intimidade constante com o Senhor e os frutos dessa intimidade e citou dez pontos que levam o formador a ter essa intimidade com Deus. As duas pregações da manhã tiveram com objetivo principal relembrar aos formadores a necessidade da intimidade profunda com o Senhor e a condição primordial que é apresentar quaisquer projetos aos pés dEle antes de ser iniciado.
Na tarde do sábado a primeira pregação foi sobre a importância da formação para a espiritualidade do grupo de oração, onde o formador Frederico Mastroangelo, coordenador nacional do ministério de formação usou a palavra de Marcos 10, 1 nos mostrando que Jesus ensinava e com autoridade, com o que ele vivia, e que é preciso aprender com Jesus. “Quando a formação está acontecendo e o coração do formador está aberto, o Espírito Santo vai escrevendo a formação no coração do formador”. “O Espírito Santo põe na boca do formador as palavras que ele sozinho não pode pronunciar” fala Frederico aos participantes do encontro.
Após o intervalo da tarde Frederico voltou com uma formação sobre como planejar o processo formativo da RCC no grupo de oração. Através de slides ele demonstrou aos participantes passo a passo de como devem acontecer as formações, o significado e importância de cada momento e como deve acontecer a formação do futuro servo do grupo de oração.
Ainda na mesma pregação Fred explicou o papel do ministério de formação, percebe-se que é de fundamental importância para a manutenção da missão, através do ensino da doutrina dos apóstolos e a manutenção do continuo entrar com Jesus, assim também aconteceu a explanação do papel do ministério no grupo de perseverança, encerrando o dia com perguntas e respostas onde Frederico e Manoel esclareceram as dúvidas dos membros e coordenadores de grupo de oração.

A manhã do domingo, dia 12 de julho, iniciou com o santo terço conduzido por Antônio coordenador estadual da RCC Sergipe, em seguida foi dada continuidade com mais uma pregação de Frederico sobre o tema nacional “Se vivemos pelo Espírito, andemos também no Espírito” de Gálatas 5, 25 e exortou que valorizamos os dons carismáticos e deixamos de lado os dons de santificação, e que os dons infusos estão em nós, e precisamos nos dispor a eles, atentou a todos também que “viver no Espírito vem de Deus, andar no Espírito vem de mim, depende de mim”.
Frederico contou aos participantes uma das moções nacionais onde o senhor fala: “Apaixonem-se por mim e não pelas causas, porque as causas não salvam” e questionou: Onde entra o formador na moção? Respondendo: O formador deve debruçar-se no tema. E no final da pregação deixou uma atividade aos participantes: Estudar no Catecismo da Igreja Católica na terceira parte a 1ª seção – a vocação do homem e a vida no Espírito Santo e ter uma atenção ao artigo 7 sobre as virtudes e os dons.
A última pregação foi dada por Aloísia com o tema ”Chamados e enviados” e falou que todos que estavam nesse encontro porque foram chamados e enviados por Deus e partilhou a frase que o Senhor colocava ao coração dela “ levantarei um povo forte para transmitir ao mundo um novo conhecimento”, e proclamou que o Senhor nos escolheu para sermos profetas e dar frutos, a receita para dar muitos frutos está em João 15, 4. E enfatizou que quem permanece com Jesus tem uma vida de oração constante e é capacitado pelo Espírito Santo para ser formador de unção, através das práticas espirituais. Que é necessário estudar para colocar tudo em prática e assim dar uma formação com segurança e levar a formação para o irmão, para que o grupo de oração tenha grandes melhoras. Conhecer os documentos da igreja, e depois de conhecer o Senhor vai nos capacitar e sem seguida vai enviar para levar a muitos povos a sua palavra. “Somos embaixadores do Senhor, seus representantes para propagar a boa nova e para propagar precisamos testemunhar com a nossa vida e ser de Jesus onde estiver” disse Aloísia.
A manhã encerrou-se com a Santa Missa onde o padre Rogerio de Jesus Santana pároco da Paróquia São José, recordou a temática Vocação e Missão e fala das prioridades do profeta e que todo batizado é missionário, toda deve ser evangelizadora.
Pela tarde o pregador oficial do evento fez um breve resumo sobre o que foi apresentado e deixou uma exortação e um pedido, “Vamos tentar ao menos uma vez fazer o Seminário de Vida no Espírito Santo em 9 semanas?! Formem bem as equipes de pastoreio e depois vamos ver o resultado.” No mesmo momento Manoel da Silva apresentou a equipe estadual e arquidiocesana de formação e parte do plano formativo que será de formar escolas setoriais na Arquidiocese de Aracaju.

Jéssica Amorim

Coord. MCS Sergipe.
 
Copyright © 2017 RCCSERGIPE - Renovação Carismática Católica de Sergipe.